Escrito por Priscilla

Pastel no meio da Avenida Paulista

Outro dia eu estive na Avenida Paulista e na hora de almoçar deram a sugestão de um quiosque de pastel. Como sou meio gulosa topei, mas fiquei meio preocupada com esses quiosques de rua. Pois bem, só que o quiosque em questão é do “Pastel da Maria”, ganhador do “melhor pastel e feira de São Paulo” por pelo menos duas vezes. Mas olha, não é só o pastel que é bom e

Escrito por Priscilla

O restaurante mais “fedido” da California

Eu adoro alho. O cheiro, o sabor (depois de cozido, óbvio). Então qual não foi minha empolgação ao saber que existia um restaurante em São Francisco especializado na flor fedida? Pois tem sim! Chama The Stinking Rose e tem duas unidades: uma em Los Angeles e outra em São Francisco. A decoração é toda meio italiana, com as cores do país, inclusive. Para ver detalhes da decoração, visit

Escrito por Priscilla

O dia que conheci o Paris 6

Foi o convite de uma querida amiga para uma comemoração que me fez conhecer o Paris 6. Ela pediu para eu escolher um restaurante e optei por este porque apesar de toda sua fama, eu nunca tinha comido lá. Fui preparada para fazer um post bem venenoso, a la Aguinaldo Silva. Pensei naquela breguice de pratos com nomes de “famosos who” e o aperto que esses restaurantes metidos a besta o

Escrito por Priscilla

Le Foodist : aprendendo sobre cultura francesa “in house”

  E quando a gente acha que conhece tudo e Paris, a cidade te surpreende com mais uma experiência ótima. Pois não é que a cidade tem um “serviço” que oferece experiência gastrônomica com altas doses de cultura francesa. Na verdade essa foi uma atividade proposta pela minha empresa (foi uma viagem a trabalho, lembram?) mas sem dúvida, foi a melhor até aqui. O Le Foodist fu

Escrito por Priscilla

Kong – Restaurante dos descolados em Paris

De todas as dicas e recomendações que eu recebi das pessoas mais antenadas sobre Paris, a unanimidade foi o Kong, restaurante lindo e modernérrimo que fica no topo do prédio da Kenzo. Como não consegui reservar mesa para um jantar (e para falar a verdade nem tava com saco porque o jetlag tá judiando de mim), acabei aparecendo para almoçar. Foi meio sem querer. Fui conhecer a Saint Chapelle

Escrito por Priscilla

Festa estranha com gente esquisita em Paris

Foi por causa desse post aqui que eu resolvi conhecer esse lugar aqui. A proposta era interessante: conhecer o primeiro rooftop de Paris na primavera em que os dias duram até às 22h. Além do que, uma boa desculpa para uns bons drinks. Depois de algumas andanças (nunca subestimem minha capacidade de não me entender com mapas), achei a entrada, que não tem nenhuma indicação. Apenas um menino

Escrito por Priscilla

Duas opções de hotel em Miami

Eu tenho muito o que contar das minhas férias na Florida e vou fazer com calma, mas iniciando os trabalhos, vou contar dos dois hoteis que fiquei em Miami. Dois porque ficamos um dia na cidade assim que chegamos (marido foi ver jogo da NBA na American Airlines Arena) enquanto eu fazia comprinhas no Bay Side; e ficamos uns três dias sob o sol de Miami na volta. O primeiro, onde ficamos uma única

Escrito por Priscilla

Infidelidade da TAM

Uma das minhas resoluções de ano novo foi colocada em prática desde o final do ano passado. Não vôo mais para o exterior de TAM se eu puder fazer essa opção. Simples assim. O motivo é porque durante uma década priorizei a companhia para acumular pontos no programa de fidelidade. Ano passado foi 4 vezes ao México voando TAM. E sabe o que eu ganhei? A infidelidade da TAM. Nada de upgrades,

Escrito por Priscilla

Outlet no Butantã

Início de ano e todo mundo prometendo ser mais econômico, não é? A boa notícia é que dá para comprar roupa boa por precinho bacana aqui no Brasil mesmo. Aqui em São Paulo, tem um outlet (chama Offfashion) no Butantã, com marcas como Cori, Luigi Bertolli, Nike, Tommy e até Schultz. Há opções para homens e mulheres. Antes que você torça o nariz, já aviso que as roupas e sapatos ficam

Escrito por Priscilla

Russian Tea Room – Só vá se você for móitoooo fã de Madonna

Era o jantar de uma amiga querida que eu fui encontrar em NY e o local escolhido foi o Russian Tea Room Vou te falar que eu agradeço imensamente aos dois cosmos que tomei antes do jantar, porque esse restaurante era a cara da decadência. Comidinha mais ou menos e cara pra chuchu. O atendimento? Categoria lixo! Meio que expulsaram a gente porque queriam fechar o restaurante. Era por volta de meia