Escrito por Priscilla

A Executiva da TAM

executivaTAM

Na semana que a TAM anuncia que vai acabar com a primeira classe e investir na executiva, achei bem interessante falar da minha experiência na versão luxo glamour deles.

Para começar, eu reitero que por agora só viajo de TAM se for de milhas, ou se a passagem estiver bem mais barata que a concorrência (tive que topar para uma viagem que farei este mês a trabalho, uma vez que viajo na véspera da COPA). O mínimo de experiência em viagens internacionais frequentes te mostra que insistir na TAM não vale mais a pena. Falei sobre isso e expliquei minhas razões aqui.

Por outro lado, neste vôo (São Paulo – Miami – São Paulo), lembrei que a TAM tem um ótimo serviço de bordo em vôos internacionais. Bom mesmo! Comida boa, tripulação atenta e na maioria das vezes bem preparada.

Mas o que me incomoda é a economia porca, ou a falta de cuidado com detalhes. Se o principal negócio da TAM é serviço, é de se esperar que seja exemplar, não é?

Por exemplo: quando você viaja de executiva, tem algumas expectativas, certo? As minhas são:

– conforto para dar uma dormidinha (checked)

– comida boa (checked – até tomei um haagen dazs extra)

– poder trazer mais bagagem se for o caso – 3 malas de 32 kgs – (checked)

– poder usar a sala VIP antes do embarque (FAIL)

– as malas terem prioridade no desembarque, ou seja você não fica um milhão de anos esperando as malas na esteira quando chega exausta do vôo) (SUPER MEGA FAIL)

Enfim…eu me decepcionei bastante. Claro, qualquer executiva vale muito a pena. Qualquer executiva, até a que te decepciona, vale a experiência. Porque não existe nada mais desumano que voar apertados, comendo mal e por aí vai. Hoje, posso me dar ao luxo de ao menos comprar um assento com mais espaço em vôos internacionais, o que já faz muito diferença.

Por voar muito a trabalho, acabei conseguindo acumular algumas “executivas”. Posso dizer que minha vida mudou drasticamente depois disso. É bom chegar em casa descansada depois de um vôo longo. E bem alimentada. Se chegar em um dia útil então, melhor. Ainda sobra uma barrinha de energia para resolver algumas pendências de trabalho.

Mas voltando à executiva da TAM, optamos (desta vez estava com o marido) pelo upgrade na volta. Íamos fazer os dois trechos de executiva, mas entre eu reservar as passagens, marcar minhas férias e emitir, um dos trechos já nã estava mais disponível para emissao com milhas. Que bom que foi o da ida. Sim, porque como nosso destino era Miami, imagina poder trazer uma mala a mais de 32 kgs com muambas? Eu adoro uma comprinha. Confesso e não me envergonho. Desta vez trouxemos entre outros itens, 04 caixas da Le Creuset. Presente de dia das mães e 2 para uso próprio. Fala se não vale a pena?

Uma outra coisa: nosso vôo era de dia. Então para nos distrairmos a melhor coisa era uma boa poltrona, uma tela de tamanho aceitável e uma comida decente. A saber: para passar 9 horas de vôo, vi dois filmes e dei uma dormidinha. Um dos filmes era “E o vento levou” (que eu amo de paixão mesmo durando 4 horas).

Mas foi justamente o fato do vôo ser diurno que destacou a primeira grande falha da TAM. Imagina que o vôo saí às 10h. Contando a parte da imigração, segurança, despachar as malas, devolver o carro, o trajeto entre o hotel e o aeroporto, já deu para entender que acordamos estupidamente cedo. Coisa que eu só faço em duas ocasiões: treino de corrida e viagem. Se você acorda cedo, carrega malas (foram 7, para sua informação), espera ter o conforto da sala VIP, certo? No caso da TAM errado. A explicação dada é que eu só teria direito à sala VIP se eu fosse categoria vermelha no Fidelidade TAM, coisa que não sou desde que desisti de voar de TAM a trabalho para o México a cada 3 meses. Gozado, a United me dá sala VIP facinho…e eu não sou nem GOLD no programa deles (sou uma orgulhosa silver). Estou no programa da United há uns 2 anos. No da TAM há mais de 10. Pergunto de novo: eu não merecia um tratamento melhor?

E já que estamos falando do lado ruim, vou te falar que a segunda grande falha da TAM foi a volta. No desembarque. Nossas malas estavam no último lote que foi colocado na esteira. REPITO: último lote! Mas vem cá…este não era um dos benefícios da executiva????

Mas nem tudo foi tristeza e decepção no vôo. A poltrona me surpreendeu e muito. Quando eu via as fotos na internet, imaginava uma versão xexelenta da poltrona da United. Veja no detalhe abaixo…parece que a parte inferior é meio frágil, mas é só aparência, viu? O conforto foi enorme e o cobertor e travesseiros até melhores que os da United.

poltrona

Bom, já elogiei a comida da TAM aqui. Imagina na executiva. Comi desta vez um ravioli e de sobremesa um cheesecake de doce de leite (rezando para minha nutricionista não ler). O cardápio de divertimento a bordo, também impecável. Não tenho um “ai” para reclamar.

Bom, aí vem minha última observação negativa do serviço da TAM…eu esperava mais do kit de amenidades. Não que isso fosse influenciar em alguma coisa a experiência do vôo, mas a questão é que a TAM dá para todo passageiro de vôo internacional um kitzinho bem útil com: escova e pasta de dentes, pente, meias (para circular no aviao quando esta sem o sapatos), uma caneta (para preencher eventuais formulários), máscara e tampão de ouvido (para dormir sem ser incomodado), hidratante, e lencinho. Eu acho uma gentileza extrema, porque facilita muito o mínimo da higiene em um võo longo. Veja abaixo na foto copiada da internet

kitTAM

Pois bem, eu já imaginei que receberia um kit em lata de ouro, com cosméticos channel, e por ai vai. Devia ter ajustado melhor minha expectativa, né? O kit da executiva só veio com: um barbeador (gilette), um creme de barbear, uma calçadeira a mais. E a bolsinha que era de mais qualidade, mas ainda assim simples. Mas até aí também é a minha expectativa e não o mínimo que a companhia aérea deveria ter oferecido nessa classe de vôo.

kit_tam2

Bom, um comentário final nesse post que ficou mais longo que o normal: eu morro de vergonha de tirar um milhão de fotos dos detalhes das executivas que eu conheço. Por isso acabo usando mais imagens que busco na net. Juro que vou tentar vencer essa barreira…Mas a última foto foi minha (por isso a má qualidade).

  1. Avaliação geral:

Deixe seu comentário

Enviar