Escrito por Priscilla

Jerez de La Frontera

Eu tinha diversas opções para conhecer perto de Sevilla. Acabei indo para Jerez por indicação de uma professora da escola que é de lá (claro). Jerez fica mais ou menos uma hora de Sevilla, de trem.
Chegando lá peguei uma mapa (opa, peguei nada, me cobraram 2.5 euro) e fui andar até a bodega Gonzales Byass.
Claro que me perdi. Mas no final deu tudo certo.
A visita vale a pena e inclui degustação de vinhos. Não foi caro não, 10 euros.

Abaixo, duas plantas da bodega feitas por Gustave Eiffel (o mesmo da torre) para a visita da rainha da Espanha nos anos 50.

Apesar dos vinhos tintos, as uvas cultivadas são brancas. A coloração escura vem do processo de secagem da fruta. Na foto, o cultivo de uvas na bodega.

E alguns barris assinados por gente famosa:

Picasso

Spielberg e Orson Welles

Senna e Alonso

Paco de Lucia

Por fim, o logo da bodega. Não sei não, mas achei meio sexual…

Eu fiquei pouco tempo em Jerez porque queria voltar para Sevilla e ver um show de flamenco. Peguei o trem de volta ás 16h e portanto não pude conhecer nada além de algumas ruas e a bodega. Uma pena.

Mas pode deixar que um dia eu volto e vejo Jerez melhor…e aí incluo Cadiz, Cordoba e Tarifa no roteiro.

  1. Avaliação geral:

Deixe seu comentário

Enviar