Escrito por Priscilla

Minha Corrida até a Golden Gate

trajeto

Outra coisa que estava na minha lista de “To Do” desta viagem era correr até a Golden Gate (e nela também).

Eu já tinha atravessado a ponte de carro, mas nunca andando (ou correndo). Na verdade eu não atravessei a ponte porque no mesmo dia teria um almoço de trabalho e não podia atrasar. Acabei voltando para o hotel de táxi.

Bom, nesse dia, por causa do fuso horário, acordei umas 5h e fiquei trabalhando até umas 7h30. Aí me troquei, tomei café e fui correr. Justo, não?

embarcadero

Fui seguindo pela Embarcadero (é aquela avenidona dos Piers) que além de ter bastante espaço para correr é toda plana. Sabia que se eu seguisse o mais próximo possível da baía estaria no caminho certo.

Mas, claro, em algum momento o caminho muda e você tem que perguntar se está na direção certa, o que faz você perder o ritmo do treino.

Outra coisa: não se esqueça que você está em São Francisco e a cidade é tudo sobre subidas. Encarei várias no percurso até a Golden Gate, o que foi ótimo para treinar para a São Silvestre 😛 Ao todo fiz 86 metros de subida. Eu hein!

nomeiodaponte

Mas valeu muito a pena porque vida de corredor é isso. Sair descobrindo lugares por meio do esporte. Vejam o que tinha no meio do caminho:

alcatraz

Do meu hotel (na Market Street) até a Golden Gate deu quase 10k.

A saber: do lado da ponte tem uma espécie de apoio ao turista com lanchonete, loja de souvenirs (não comprei nada) e estacionamento. É lá que você consegue achar um táxi se não for fazer o caminho ida e volta.

Dica importante: se agasalhe. São Francisco é uma cidade que venta muito e sempre faz frio, mesmo na primavera. Proteja os ouvidos (eu usei um fone), o pescoço e extremidades. Mas opte por exemplo por um casaco que você possa amarrar na cintura se começar a suar. Tipo Uniqlo.

ponte

Vai lá e bom treino 😉

 

 

  1. Avaliação geral:

Deixe seu comentário

Enviar