Escrito por Priscilla

O que fazer com dinheiro de países exóticos

rublos

Foi arrumando minha caixinha de viagem (onde eu guardo passaporte, mapas, essas coisas) que vi que tinha muito dinheiro de países para os quais não tenho planos a curto prazo de voltar. No caso, rublos russos e wons coreanos (e uns pesinhos argentinos que, entre nós, já não devem valer mais nada).

Dinheiro parado não dá! Então resolvi que, eu ia trocar essa bufunfa. E aí começa minha saga….

Na verdade a primeira vez que tentei trocar levei alguns rublos para a casa de câmbio em Cumbica. Mas é claro que no Brasil só se troca dólar e euro 🙁

Então peguei esse mesmo dinheiro e tentei trocar na casa de câmbio do aeroporto de Houston. Deu certo! Ainda que me rendesse uns 3 dólares ou algo asism;

O problema é que na pressa não havia levado todo meu dinheiro, então sobrou umas notinhas de rublos em casa.

Nesta viagem mais recente, fiz a mesma coisa: separei rublos e  wons. Sabe o que aconteceu??? tive uma grande lição de troca de dinheiro:

1) eles não aceitam moedas. Então se sobrar moeda da sua viagem (e você tiver certeza que não volta lá tão cedo) dê. Dê tudo. deixe para o pessoal do hotel ou de gorjeta para o taxista que te levar no aeroporto

2) não bobeie com as notas. junte todas as que sobrarem para poder trocar em algum aeroporto americano (quando tiver a oportunidade). Sabe por que? Porque dependendo do valor a casa de câmbio não troca. aconteceu comigo.

Como estamos falando de pouca quantidade, não tive prejuízo. Mas se alguém for dar um pulinho na Coreia ou Rússia em breve, talk to me 🙂

  1. Avaliação geral:

Deixe seu comentário

Enviar