Escrito por Priscilla

ROTEIRO ESPECIAL PARA OBSERVAR A AURORA BOREAL NO ALASCA

aurora-boreal

OneLapse Expedições Fotográficas convocou o especialista Marco Brotto, dono de um dos maiores acervos de fotografias profissionais de auroras, para acompanhar uma expedição ao Alasca, que acontece de 9 a 19 setembro.

O objetivo da viagem é observar a Aurora Boreal e aproveitar para conhecer as belezas da natureza selvagem da região. Ursos, lobos, caribus, alces e águias são alguns dos animais que circulam livremente nas 17 áreas de parques nacionais – o que corresponde a dois terços do território – que existem no estado. Cadeias de montanhas, vulcões, rios selvagens e a vasta tundra completam o adventure tour.

Para maximizar as chances de observar a Aurora, a OneLapse preparou um roteiro exclusivo, otimizando o tempo de viagem com passeios diurnos, para admirar paisagens e animais, e noturnos para sair em busca do fenômeno. A Aurora Boreal ocorre predominantemente nas regiões polares, norte (Aurora Boreal) e sul (Aurora Australis). Só é possível vê-la a olho nu em condições específicas, como céu escuro, sem nuvens e com atividade solar. É essa atividade a responsável pelas luzes coloridas que tanto são admiradas.

O sol envia continuamente para a Terra materiais por meio dos ventos solares. Esses materiais são chamados de plasma solar e são formados por prótons, elétrons e neutrinos. Os ventos que formam a Aurora Boreal são frutos de explosões, rompimento de filamentos ou de movimentações da coroa solar devido à rotação do sol. Brotto explica que é preciso ocorrer um certo nível de atividade para que seja possível avistar o fenômeno a olho nu, caso contrário as luzes são captadas somente pelas lentes das câmeras em uma longa exposição, devido à sensibilidade do sensor da câmera à luz.

A viagem já começa agitada, com uma visita ao centro de conservação de vida selvagem de Anchorage e um cruzeiro pela região de Seward. Brotto afirma que é uma ótima oportunidade para conhecer mais sobre a vida selvagem do Ártico. “Neste dia poderemos fotografar animais como alces, lobos, raposas e ursos polares a poucos metros de distância, numa região em que as redes de TV americanas utilizam para produzir imagens dos animais em seus habitat natural. A seguir, pegaremos uma das mais belas estradas do mundo, a Seward Road, até a porta de entrada do Kenai Fjords National Park. Ao chegarmos, faremos um cruzeiro para apreciarmos de perto a beleza dos glaciais e a natureza como um todo desta região”.

A próxima parada é em Talkeetna, povoado com cerca de mil habitantes, rodeado por montanhas e rios com grande quantidade de salmão. “Caminhar pelas poucas ruas da cidadezinha é uma boa oportunidade para conhecer e fotografar o estilo de vida do interior do Alasca”, afirma Brotto. Depois de uma viagem de trem pela Alaska Railroad, aproveitando para fotografar a vista magnífica da paisagem local, o destino seguinte é o Parque Nacional Denali. Pico mais alto na América do Norte, o Denali é a principal atração do parque, mas não a única. Os visitantes retornam da área de dois milhões de hectares contando histórias de ursos, lobos, caribus, alces e águias que avistaram. Além disso, há os cenários impressionantes de tundra e taiga subárticas, geleiras e vales com garganta e um bom número de picos que quase competem com o “Grande”.

Já Fairbanks, cidade situada a 65 graus de latitude Norte, é a localidade do Alasca em que as luzes brilham com mais frequência e intensidade. “São grandes as chances de ver a aurora, mas não há outra forma de encontrá-la a não ser caçando-a e é isso o que vamos fazer. O roteiro foi planejado para que tenhamos a chance de observar a aurora boreal durante toda a viagem, mas é na região de Fairbanks que as nossas chances aumentam. De Fairbanks ou Talkeetna, teremos também a opção de contratar um sobrevoo pelo Denali, bem como o Circulo Polar Ártico, uma sensação fantástica”.

As inscrições para a expedição Aurora Boreal & Paisagens do Alasca já estão abertas.

Mais informações pelo site www.onelapse.com.br, pelo telefone (11) 2528-9181 ou email contato@onelapse.com.br.

Para ler sobre outros destinos, clique aqui.

  1. Avaliação geral:

COMENTÁRIOS

  1. wilani mara lettieri |22/08/2017 17:06

    quero ver a aurora boreal no alasca, em janeiro de 2017 pude contemplar a maravilha em vik islandia e agora gostaria de estar vendo de ourtros pontos, como o alasca por exemplo, gostaria de informações e orcamentos, somos em 4 adultos

    • Priscilla |22/08/2017 17:17

      Oi Wilani,
      na verdade eu nao faco orçamentos, so o post 🙂

Deixe seu comentário

Enviar