Escrito por Priscilla

Como alimentei minha filha na Europa

Antes de mais nada quero deixar bem claro que esse post não é uma regra ou uma lei absoluta. Aqui vou contar a minha experiência com a alimentação da Coty, minha filha de 2 anos. E antes de entrar especificamente em como alimentei a Coty na Europa quero lembrar que ela não teve um processo de introdução alimentar normal no seu primeiro ano de vida. A Coty nasceu com uma doença super rara

Escrito por Priscilla

Porque você tem que conhecer o Frei Papinhas em Lisboa

Eu tenho um pequeno defeito: quando viajo faço questão de comer bem. Mesmo sabendo que comer bem muitas vezes custa uma parte significativa do orçamento da viagem. Foi andando pelas ruas próximas ao Castelo São Jorge em uma noite na semana de festas dos Santos Populares que achamos o restaurante Frei Papinhas. Achei o nome engraçado uma vez que minha filha de 2 anos, a Coty, se recusou a com

Escrito por Priscilla

Como é a festa de Santo Antônio em Lisboa

Já aconteceu de você viajar para um lugar e descobrir que no seu destino estava rolando um grande feriado? Comigo já aconteceu várias vezes. As Fallas, em Valencia. Corpus Christi, em Toledo. E agora Santo Antônio, em Lisboa. A festa de Santo Antonio é a maior comemoração de Lisboa. As pessoas fazem as festas um dia antes, no dia 12 e dia 13 é feriado. Eu sempre comemoro o dia de Santo An

Escrito por Priscilla

O que fazer quando sua conexão é em Lisboa

Não é porque minha experiência na conexão em Lisboa foi ruim que não teve um lado bom. Teve sim. Na verdade essa foi minha segunda vez pegando voo em Lisboa. A primeira foi quando peguei 3 conexões para chegar na Rússia (e vivam as passagens emitidas com milhas – leia sobre esse episódio aqui) Aproveitando: aqui você pode ler outros posts que fiz com o tema “conexão”. O

Escrito por Priscilla

Porque você deve evitar voar de TAP

Finalmente eu voei de TAP! E agora posso contar para vocês como foi a experiência. Bom, sempre escutei muitas críticas a respeito da companhia, mas juro que peguei o voo de peito aberto. No ínicio fiquei animadíssima…mas depois…ai ai ai Vou começar contando o que é bom na TAP. Gostei da comida e do fato de ter talheres de metal. E só. O resto? senta que lá vem a historia…